IPN

          Em 2017, o artista visual Anderson Valentim foi selecionado pelo projeto Favelagrafia, que lhe permitiu criar imagens fotográficas a partir de um telefone celular. Uma destas imagens viralizou na internet em pouco tempo, onde um grupo de crianças da comunidade do Turano, na Tijuca, empunhava instrumentos musicais como se fossem armas. Ainda que a imagem criada seja impactante, o artista revela que “A fotografia é uma extensão do olhar humano que transmite sentimento. São muitas histórias para contar e tem muita coisa boa acontecendo na favela”. Contudo, a potência de seu trabalho reflete esta percepção afinada que ele compartilha sobre a realidade da população negra brasileira e o racismo institucional que vem assassinando violentamente jovens negros no Brasil.

artist | artist

  • Anderson Valentim

curadoria | curatorship

  • Marco Antonio Teobaldo

coordenação geral | general coordination

  • Merced Guimarães dos Anjos