A inserção dos números áureos e itan nos respectivos orixás

Sinopse:
Leonardo Fibonacci foi um matemático italiano da Idade Média que descobriu, a partir de uma fórmula algébrica,uma sequência numérica que se aplicava a tudo na natureza. Após sua morte essa sequência foi chamada de Sequência de Fibonacci ou Razão Áurea. Alguns estudiosos, também a chamam de “A digital de Deus”, porque esses números estão presentes em construções arquitetônicas, em poemas, na disposição de planetas e constelações, na estrutura do corpo, na programação de software, na pintura, na feitura de um instrumento (na afinação do mesmo) e até na composição musical. Diante disso, por que os números de ouro não poderiam estar nositan (orikis) e nos toques consagrados aos orixás?
Luzia Rocha – graduada em Letras e Especialista em Literatura Brasileira (UERJ). Professora. Relações Culturais e Pesquisadora do GRES Feitiço do Rio.
INVESTIMENTO POR ALUNO: Antecipado R$ 20,00 / No dia 30,00.
INSTITUTO PRETOS NOVOS – CNPJ 08.171.201/0001-63
DEPÓSITO BANCO ITAU – AG.0603- C/C 46437-1
FAVOR ENVIAR O COMPROVANTE DE DEPÓSITO VIA EMAIL oficinas@pretosnovos.com.br (PARA EFETIVAR A INSCRIÇÃO).
VAGAS LIMITADAS!
O IPN agradece as adesões.
Data e Horário:
Dia 14 de Setembro de 2019 às 13h;
Endereço: Rua Pedro Ernesto, 32-34 – Gamboa
Atenção:
Não é permitido a entrada com shorts ou bermudas.
inscreva-se

Leave a Comment