Exaltação ao sagrado

Da ancestralidade ao afrofuturismo

Exposição enaltece a bravura e resistência da cultura negra

 

A Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea irá inaugurar a exposição “Àwón Ìrun Ìmólè”, do artista visual Wuelyton Ferreiro, curadoria de Marco Antonio Teobaldo, no dia 02 de junho de 2018, às 16 horas, com um acervo de esculturas em metal de 20 obras que se dirigem à cultura afro-brasileira em representações da mitologia dos deuses africanos. No limiar entre a arte sacra e arte contemporânea, o artista elabora um repertório autoral e busca soluções com formas inusitadas para criar as suas esculturas.

Mesmo assim, Wuelyton Ferreiro trabalha a partir de um conhecimento tradicional apreendido no trato diário dos cultos das religiões de matriz africana, cujos ensinamentos não são revelados em sua totalidade aos não iniciados, mas que possuem papel fundamental para a manutenção da identidade afro-brasileira. Por meio de suas esculturas as leituras possíveis tornam-se amplas e enigmáticas, em que figuras humanóides de traços finos lembram por vezes, os personagens encontrados no trabalho de Alberto Giacometti (10/10/1901 – 11/01/1966). O arranjo e configuração do ferro torcido remetem a um ou mais orixás, adornados com elementos que os caracterizam. Talvez seja nesta habilidade imaginativa que o difere dos demais trabalhos encontrados no âmbito da arte religiosa.

A concepção de suas obras tem uma linguagem única e autoral, em que a fluidez da representação proporciona uma atração aos olhos do observador. Segundo o curador da exposição, Marco Antonio Teobaldo, para compreender o trabalho de Wuelyton Ferreiro não é necessário ser um iniciado nas religiões de matriz africana ou estudioso do tema, pois a delicadeza apresentada é, acima de tudo, uma ode à cultura negra, que bravamente resiste desde o tempo colonial escravocrata.

 

Àwón Ìrun Ìmólè (iorubá) – Todos os orixás (primários) de uma classe do Orun, responsáveis pela criação do mundo.

Publicado em 25/ 05/ 18 por Categorias: Novidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.