Rótulo da vergonha

Fabricante de cachaça celebra o uso da mão-de-obra escrava

O que leva uma grande empresa a estampar em um rótulo de seu produto uma cena de africanos escravizados trabalhando em um engenho de cana-de-açúcar, para conferir um título de tradição à sua fabricação de 150 anos?

Ora, se a abolição da escravatura foi em 1888, portanto, completou recentemente 130 anos, a empresa se vangloria de ter utilizado por vinte anos mão-de-obra escrava? Ações como estas devem ser veemente combatidas e denunciadas por racismo. O Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos condena tais iniciativa e encara este fato como vergonhoso e merecedor de um grande boicote, além do repúdio da sociedade brasileira.

Fabricante de cachaça lança uma edição especial de seu produto, com africanos escravizados em engenho de cana-de-açúcar.

Publicado em 17/ 08/ 18 por Categorias: Direitos Tags: , , ,

Uma resposta para “Rótulo da vergonha”

  1. Realmente, foram muito infelizes destacando como um emblema de comemoração o uso da mão de obra escrava . É uma vergonha a exaltação do que foi a escravidão, mostra o racismo incrustado na sociedade. Esse período da história jamais deve ser esquecido pelo povo e seus descendentes, não podemos permitir que demonstrações de racismo, como essa, passem impunes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *